domingo, 28 de junho de 2009

A Escola libertária Summerhill



A Escola Summerhill foi fundada em 1921 pelo Escocês Educador e Jornalista Alexander Sutherland Neill (1883-1973), em princípio instalou-se em Hellerau, na cidade de Dresden na Alemanha, posteriormente muda para Áustria, numa região idílica no topo de uma montanha. Em 1923 Neill muda para o centro de Lyme Regis, no sul da Inglaterra, numa casa chamada Summerhill, em 1927 muda para Leiston, condado pertencente à Suffolk, interior da Inglaterra a 160 quilômetro da capital britânica, onde permanece até então. Essa escola trouxe novos princípios pedagógicos, ou seja, uma maneira diferente de enxergar a educação e, oferece aos alunos livre-arbítrio para se expressarem além de os mesmos criarem suas próprias regras e ditarem seu ritmo, um lugar onde as crianças têm o mesmo direito dos adultos.
Sendo a primeira escola infantil democrática do mundo, Summerhill atendem crianças do ensino fundamental e médio de lugares mais distintos, eles moram lá, vivem em total liberdade, respeitando sempre as normas vigentes do país, podendo ser rompidas desde que eles assumam pelos seus atos. Internamente os alunos não são obrigados a assistirem às aulas, só assistem as que querem e quando querem e as disciplinas são escolhidas por eles, com isso a criança tem liberdade para escolher e decidir o que ela deve aprender.
Toda criança em Summerhill tem os mesmos direitos e peso de voto nas reuniões, inclusive dos professores e “staff” administrativo para decidir às normas que regem seu cotidiano. Elas não são obrigadas a votar, essas reuniões são realizadas duas vezes por semana e a própria comunidade escolar é quem elabora às regras que serão democraticamente votadas. Com essa idéia de liberdade, Neill acreditava que as crianças aprendiam melhor, estando livres da coerção e da repressão que são utilizadas em muitas escolas convencionais, ele coloca que “criadores aprendem o que desejam aprender. Não sabemos quanta liberdade de criação é morta nas salas de aula”. Neill (apud GENTILE, 2008, p. 1).


As idéias e influências de Alexander Sutherland Neill


Neill teve idéias em comum com Carl Rogers (1902-1987), quando baniu da escola os prêmios e os castigos, convencido que o prêmio estava enraizado na concepção que o trabalho era bem feito e o castigo vinha junto com o fracasso.
Suas idéias pedagógicas desenvolveram baseado-se no filósofo iluminista Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), na qual “acreditava na bondade inata do homem. Ele tratou de demonstrar que a essência do ser humano é de fato bondosa”. (NEA-FEUSP, S/D). Teve influências no campo da Psicologia com estudos dos psicanalistas Sigmund Freud (1856-1939) e Wilhelm Reich (1897-1957), que se tornou o seu terapeuta. De acordo com Neill, a educação deveria trabalhar basicamente com a dimensão emocional do aluno, para que a sensibilidade ultrapassasse sempre a racionalidade.


O objetivo da Escola Summerhill


Para Neill o objetivo de Escola era o equilíbrio emocional, como principal fonte definidora do jovem, para torná-los felizes.
Contudo percebemos que a Escola Summerhill veio para adaptar-se aos alunos, e não ao contrário. Com isso legitima a idéia de Neill que, a criança é livre por natureza, e tem liberdade intelectual, emocional e artística, “a verdadeira liberdade é aquela que respeita os direitos e a liberdade alheios”. (PACIEVITCH, 2009, p. 1).

3 comentários:

  1. Meus parabéns, esses métodos são fundamentais no aprendizado das crianças.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, me ajudou bastante.Obrigada!

    ResponderExcluir